3.8 - Técnica do Sabão Caseiro

INVENTARIANTE: Joseane Pereira Paes Landim
CATEGORIA: Técnicas
PRODUTO: Sabão Caseiro (Fato de porco, bilro e pinhão)
FONTES DE INFORMAÇÃO: Testemunho Pessoal
INFORMANTES: Joana Francisca do Nascimento (24/06/1924), Nelizia Dias Pindaíba de Sousa (06/01/1926) e Nilza Rodrigues Alves (30/10/1949).
As três foram moradoras do Antigo Zabelê. Dona Joana é mãe de Dona Nilza. Tinham uma roça no local e faziam o sabão porque era muito difícil de comprar, mas, quando puderam ter acesso ao sabão industrializado começaram a utilizá-lo, pois, fazer sabão é uma tarefa muito difícil.

RELEVÂNCIA DO REGISTRO: Descrever o processo de fabricação do sabão caseiro, no município de São Raimundo Nonato – PI, no século XX. Também a transmissão dos ensinamentos passados de geração em geração.

 

SABÃO DE FATO DE PORCO

INGREDIENTES:

- 1 litro e meio de dicuada ou 1 kg de soda;
- 1 fato completo de porco;
- 2 litros de água;
- meia caixa de sabão em pó ou três sabonetes;

PREPARO:

Mistura – se a dicuada, o fato do porco e a água morna em uma panela bem grande e mexe até o fato ficar completamente dissolvido e virar uma pasta homogenia. Não pode parar de mexer, pois o sabão pode esfriar e endurecer, perdendo o ponto. Não precisa levar ao fogo, senão ele fica muito escuro.
O sabão em pó ou os três sabonetes serve para dar um “cheirinho melhor”. Se usar o sabão em pó pode colocar ele um pouco depois de começar a juntar os outros ingredientes. Mas, se for os sabonetes, coloquem no início e a dicuada ou a soda vai cuidar de derreter.
Quando estiver pronto, coloque a mistura em uma bacia forrada com pano e deixe esfriar, para cortar as barras no formato que quiser.

 

SABÃO DE BILRO

INGREDIENTES:

- 1 litro e meio de dicuada ou 1 kg de soda;
- água;
- 2 pratos de semente de bilro;
- meia caixa de sabão em pó ou três sabonetes;

PREPARO

Coloque as sementes de bilro em uma panela com água fervente (4 litros de água) por 10 minutos. Após esse tempo as sementes terão absorvido a água, aumentado de tamanho e a casca ficará mole. Depois de fria tire a casca da semente, você vai usar o miolo amarelo.
Misture o miolo com a dicuada ou soda, um pouco de água quente e o sabão ou sabonete para dar um cheiro. Mexa bem, sem parar por muito tempo para não desandar.
Quando tiver uma pasta bem homogenia, com todas as sementes diluídas, derrame a pasta em uma bacia forrada com um pano. Deixe esfriar e corte o sabão da forma que preferir.

OBSERVAÇÃO:

Antes as sementes não iam ao fogo, ficavam de molho durante 3 ou 4 dias.
Como o Sabão de fato de porco, o de bilro também ia ao fogo para misturar com os outros ingredientes, mas Dona Nilza disse q não é necessário: a dicuada dissolve o bilro.
Para saber se está no ponto, pegue um pouco de cinza e coloque uma colher do sabão em cima dela, se a cinza não molhar está no ponto.
Dona Francisca deu uma última recomendação: se alguém que estiver “naqueles dias” ficar perto do sabão quando estiver sendo feito ele vai desandar.

 

SABÃO DE PINHÃO

INGREDIENTES:

 - 1 litro e meio de dicuada ou 1 kg de soda;
- 4 litros de água;
- 2 pratos de semente de pinhão;
- meia caixa de sabão em pó ou três sabonetes;

PREPARO:

Primeiro tire o miolo do pinhão, pise no pilão e passe na peneira para ficar uma massa fina.
Misture a massa do pinhão, com a dicuada ou soda, 4 litros de água quente e o sabão em pó. Mexa sem parar até o pinhão dissolver. Coloque o sabão em uma bacia e quando esfriar corte o sabão como preferir.

 

 

Fumdham © 2008